Buscar
  • Andef Niterói

26 de Março - Dia Mundial de Conscientização da Epilepsia


A epilepsia (CID 10 G40.0) é uma doença causada por uma alteração dos sinais cerebrais, podendo causar desmaios, contrações musculares e respiração ofegante. É importante diferenciar a crise epiléptica de epilepsia - uma vez que a epilepsia é uma doença em que a pessoa teve ao menos uma crise na vida e tem uma predisposição a continuar apresentando novas crises.


Epilepsia refratária

O neurologista Lécio Figueira explica que a epilepsia refratária é uma situação em que a pessoa não ficou completamente sem crises com o uso de medicações. "Atualmente, definimos epilepsia refratária como aquela que acontece em pessoas que continuam com crises após terem usado dois medicamentos, de forma e em doses adequadas", conta.


Epilepsia generalizada e parcial

Segundo descrito pela Liga Brasileira de Epilepsia, a epilepsia parcial é caracterizada quando as crises ficam restritas a uma região do cérebro. Porém, quando as crises envolvem os dois hemisférios cerebrais, trata-se da epilepsia generalizada.


Por esse motivo, algumas pessoas apresentam sintomas mais ou menos evidentes de epilepsia - o que não significa que o seu quadro clínico seja mais ou menos importante e que não mereça cuidados.


Diferença entre epilepsia e convulsão

A convulsão acontece após alterações na atividade elétrica cerebral que se espalham por todo cérebro, podendo fazer com que a pessoa morda a língua, apresente sensação de formigamento ou urine durante a crise. A crise convulsiva pode acontecer em que tem epilepsia ou por outros fatores que causaram uma mudança no funcionamento cerebral, como lesões cerebrais, como sangramento, AVC e infecção.

.

Fonte: Site Minha Vida

.

.

#andef#andefniteroi#acessibilidade#acessibilidadeparatodos#inclusao#inclusaoparatodos#niteroi#niteroirj#acesso#epilepsia

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo