Buscar
  • Andef Niterói

Andef, 40 anos contribuindo para que vozes caladas possam ser ouvidas


Em 1981, após dirigir a Banca de Empregos do Ano Internacional da Pessoa com Deficiência, Tania Rodrigues decidiu dar continuidade ao trabalho iniciado na ONU criando uma ferramenta que pudesse dar respostas aos problemas então vividos pelas pessoas com deficiência. Juntou amigos, dentre eles Guilherme Ramalho, Rosane Cruz, Geiza Maria e outros e, em 31 de agosto de 1981, nascia a Andef – Associação Niteroiense dos Deficientes Físicos. O objetivo era encontrar caminhos para o reconhecimento da sociedade de que é possível viver com respeito as diferenças, de que ordem sejam. No início não foi fácil, enfrentamos a falta de acessibilidade, a desconfiança da sociedade na capacidade das pessoas com deficiência, a resistência das famílias em colocarem seus filhos com deficiência para enfrentar o desconhecido e o incipiente interesse dos legisladores pelo tema eram questões que precisavam ser enfrentadas. Mas com muita luta e força e vontade a Andef cresceu e se transformou na maior organização de pessoas com deficiência do Brasil, oportunizando a que pessoas que se acidentam, todos os dias, vítimas de acidentes de trânsito, violência urbana e tantas outras causas possam encontrar caminhos para suas vidas. Em 1983, encontramos no esporte a ferramenta necessária para a mudança do olhar social sobre a questão da deficiência. Organizamos os VIII Jogos Nacionais em Cadeira de Rodas, realizados no Caio Martins. Em 1986 já tínhamos um grande número de amputados oriundos do Centro de Reabilitação Profissional do INSS, e demos início a uma nova modalidade de esportes no Brasil: o Futebol de Amputados que hoje é praticado para além das fronteiras brasileiras mundo a fora. Na área do esporte não ficamos apenas no Futebol de Amputados, ampliamos nossa ação para outras modalidades e nos tornamos uma força nacional no atletismo, na natação, no basquetebol em cadeira de rodas.

Em 1995, foi criado o Comitê Paraolímpico Brasileiro e não tivemos duvida de dar a ele as condições físicas, financeiras e de recursos humanos para que nossos atletas brasileiros chegassem aonde chegaram – a condição de potência mundial, figurando entre os 10 países de ponta deste esporte. Em 2001, inauguramos o primeiro Centro de Treinamento para atletas com deficiência do Brasil, sede da Andef, aonde já foram realizadas diversas competições nacionais e internacionais. Com a sede construída em um terreno de 42.000 metros quadrados no bairro do Rio do Ouro, fizemos mais, porém não somente para as pessoas com deficiência, o que seria nossa obrigação natural. A Andef abriu suas portas para que pessoas sem deficiência possam usufruir de instalações adequadas para atividades esportivas e culturais. No campo da Saúde e da Reabilitação a Andef desenvolve um reconhecido e premiado programa, o PRI – Programa de Reabilitação Integrada, que associa tratamento em saúde e reabilitação, com atividades educacionais, culturais, lúdicas e esportivas. O trabalho que fazemos na Andef nos trouxe a possibilidade de integração social e de outros movimentos sociais preparando gestores para negócios e para a vida, atletas para o pódio e para a cidadania, empregos para milhares de pessoas com deficiência que a partir de então se transformaram em chefes de família e cidadãos.

3 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

E-mail: andef@andef.org.br

Telefone: 21 3262-0050

Endereço: Rod. Prefeito João Sampaio

4830 - Rio do Ouro - Niterói - R.J

Cep.: 24.330-000

Associação Niteroiense
dos Deficientes Físicos