Buscar
  • Andef Niterói

Jogos Paralímpicos de Inverno em Pequim


Cerimônia de abertura dos Jogos Paralímpicos de Inverno no National Stadium em Pequim. 4/03/2022 - Imagem: Ren Chao


Depois de decisão polêmica e de pressão dos países por causa da possível participação da Rússia e Belarus, os Jogos Paralímpicos de Inverno têm início hoje, 4 de março, em Pequim, na China. O evento irá contar com contar com cerca de 650 atletas que disputarão seis modalidades: esqui alpino, biatlo, esqui cross-country, hóquei em trenó, snowboard e curling em cadeira de rodas. A abertura das Paralimpíadas será na manhã de hoje. O Brasil, que participa do evento pela terceira vez e contará com a maior equipe em uma edição dos Jogos de Inverno: seis atletas, sendo cinco homens e uma mulher. Abertura

A cerimônia de abertura aonteceu no Estádio Ninho do Pássaro, as 9h (horário de Brasília). No desfile, o Brasil foi representado pelos porta-bandeiras Aline Rocha e Cristian Ribeira, atletas do esqui cross-country. O evento contou com representantes de 46 países, entre eles a Ucrânia, que era uma incógnita, já que não se tinha certeza que os atletas deste país que está em guerra conseguiriam participar da competição. A Ucrânia é uma potência paralímpica mundial e ficou em sexto lugar no quadro medalhas dos Jogos Paralímpicos de Verão, 2021, em Tóquio.

Rússia e Belarus excluídos dos Jogos Nesta quinta-feira, 4/3, o IPC (Comitê Paralímpico Internacional) voltou atrás na decisão de permitir que os atletas de Rússia e Belarus participassem dos Jogos. As novas punições só foram anunciadas depois de a entidade ser pressionada por outros países, que ameaçaram não competir nos Jogos. Nessa quarta-feira (3), o IPC publicou um comunicado permitindo que atletas russos e bielorrussos participassem como "neutros", sem suas bandeiras e sem serem citados no quadro de medalhas. Segundo o IPC, a participação da Rússia e Belarus causaria um caos no evento e o órgão se viu obrigado a prezar pela segurança e integridade de todos os países. Andrew Parsons, presidente do IPC, revelou que foi extremamente pressionado e corria o risco inclusive de boicote dos países e de a competição não ocorrer.


Locais de competição

Os locais das competições foram divididos em três zonas: centro de Pequim, Yanqing e Zhangjiakou e a abertura, um dos momentos mais marcantes do evento, que acontecerá no Estádio Nacional de Pequim, contará com Aline Rocha e Cristian Ribera, do esqui cross-country, como porta-bandeiras do Brasil nas Paralimpíadas de Inverno de Pequim. Além dos dois atletas, Cassiana Pisanelli, médica da delegação em Pequim, e Anders Peterson, chefe da delegação brasileira na China, também vão desfilar no Ninho do Pássaro.


Onde assistir A transmissão dos Jogos no Brasil será realizada pelo canal do SportTV2. O Brasil entra em ação no sábado, 5/3, a partir das 23h (horário de Brasília), para disputar as classificatórias da prova longa (18km) de esqui cross country masculino. Quatro dos seis brasileiros da delegação brasileira entrarão em ação: Cristian Ribera, Guilherme Rocha, Robelson Lula e Wesley Santos vão disputar as classificatórias da prova longa (18km) de esqui cross-country masculino.


Fonte: Coluna Clodoaldo Silva - UOL

10 visualizações0 comentário