top of page
Buscar
  • Foto do escritorAndef NiterĂłi

Outubro Rosa đŸŒ·


O movimento internacional de conscientização para a detecção precoce do cĂąncer de mama, Outubro Rosa, foi criado no inĂ­cio da dĂ©cada de 1990, quando o sĂ­mbolo da prevenção ao cĂąncer de mama — o laço cor-de-rosa — foi lançado pela Fundação Susan G. Komen for the Cure e distribuĂ­do aos participantes da primeira Corrida pela Cura, realizada em Nova York (EUA) e, desde entĂŁo, promovida anualmente.

O perĂ­odo Ă© celebrado no Brasil e no exterior com o objetivo de compartilhar informaçÔes e promover a conscientização sobre o cĂąncer de mama, a fim de contribuir para a redução da incidĂȘncia e da mortalidade pela doença.

O objetivo do Outubro Rosa 2022 Ă© divulgar informaçÔes sobre o cĂąncer de mama e fortalecer as recomendaçÔes do MinistĂ©rio da SaĂșde para prevenção, diagnĂłstico precoce e rastreamento da doença.


O cĂąncer de mama

O cĂąncer de mama Ă© o tipo que mais acomete mulheres em todo o mundo, tanto em paĂ­ses em desenvolvimento quanto em paĂ­ses desenvolvidos. Cerca de 2,3 milhĂ”es de casos novos foram estimados para o ano de 2020 em todo o mundo, o que representa cerca de 24,5% de todos os tipos de neoplasias diagnosticadas nas mulheres. As taxas de incidĂȘncia variam entre as diferentes regiĂ”es do planeta, com as maiores taxas nos paĂ­ses desenvolvidos.

Para o Brasil, foram estimados 66.280 casos novos de cĂąncer de mama em 2021, com um risco estimado de 61,61 casos a cada 100 mil mulheres.

O cĂąncer de mama tambĂ©m ocupa a primeira posição em mortalidade por cĂąncer entre as mulheres no Brasil, com taxa de mortalidade ajustada por idade, pela população mundial, para 2019, de 14,23/100 mil. As maiores taxas de incidĂȘncia e de mortalidade estĂŁo nas regiĂ”es Sul e Sudeste do Brasil.

Os principais sinais e sintomas suspeitos de cùncer de mama são: caroço (nódulo), geralmente endurecido, fixo e indolor; pele da mama avermelhada ou parecida com casca de laranja, alteraçÔes no bico do peito (mamilo) e saída espontùnea de líquido de um dos mamilos. Também podem aparecer pequenos nódulos no pescoço ou na região embaixo dos braços (axilas).


Fatores de risco

NĂŁo hĂĄ uma causa Ășnica para o cĂąncer de mama. Diversos fatores estĂŁo relacionados ao desenvolvimento da doença entre as mulheres, como: envelhecimento, determinantes relacionados Ă  vida reprodutiva da mulher, histĂłrico familiar de cĂąncer de mama, consumo de ĂĄlcool, excesso de peso, atividade fĂ­sica insuficente e exposição Ă  radiação ionizante.

Os principais fatores sĂŁo:


Comportamentais/Ambientais

  • Obesidade e sobrepeso, apĂłs a menopausa

  • Atividade fĂ­sica insuficiente (menos de 150 minutos de atividade fĂ­sica moderada por semana)

  • Consumo de bebida alcoĂłlica

  • Exposição frequente a radiaçÔes ionizantes (Raios-X, tomografia computadorizada, mamografia etc.)

  • HistĂłria de tratamento prĂ©vio com radioterapia no tĂłrax

Aspectos da vida reprodutiva/hormonais

  • Primeira menstruação (menarca) antes de 12 anos

  • NĂŁo ter filhos

  • Primeira gravidez apĂłs os 30 anos

  • Parar de menstruar (menopausa) apĂłs os 55 anos

  • Uso de contraceptivos hormonais (estrogĂȘnio-progesterona)

  • Ter feito terapia de reposição hormonal (estrogĂȘnio-progesterona), principalmente por mais de cinco anos

Hereditårios/Genéticos

  • HistĂłrico familiar de cĂąncer de ovĂĄrio; de cĂąncer de mama em mulheres, principalmente antes dos 50 anos; e caso de cĂąncer de mama em homem

  • Alteração genĂ©tica, especialmente nos genes BRCA1 e BRCA2.

A mulher que possui esses fatores genéticos tem risco elevado para cùncer de mama. Fonte: INCA

14 visualizaçÔes0 comentårio
bottom of page